sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Jesus Cristo existiu ou é um mito?


Nessa parte do documentario , especula-se que a história de Jesus seria uma compilação das histórias de outros Deuses antigos.Sera?!







Existem erros nas afirmações do documentario, exemplo: A era de Aquario na verdade começa em 2010 e vai até 4170, Horus nunca foi crucificado, entre outros.
O video é interessante , mas na minha opinião Jesus Cristo EXISTIU SIM,inclusive quase todos os historiadores concordam com isso, apenas divergem sobre alguns acontecimentos de sua vida. Se houve realmente mistura com historias de Deuses pagãos foi , provavelmente, para o cristianismo ser aceito mais facilmente pela sociedade da epoca que ja a seculos cultuavam esses Deuses , em datas e cerimonias, que para acabar com tudo isso seria mais dificil que adptar a historia de Jesus para que as "festas" continuassem , nas mesmas datas ,só que agora cultuando o Deus oficial que era Jesus.
Na opinião do Blog, independente se a Bíblia descreve com exatidão a verdade dos fatos, Jesus é real e existiu com certeza.

6 comentários:

Paulo Jorge Ramos disse...

Olá, neste blog é feita uma análise aos textos dos evangelhos:
http://quem-escreveu-torto.blogspot.pt/
Cumprimentos

Ivani Medina disse...

Jesus Cristo é um mito, aliás, todo o cristianismo do primeiro século é puramente literário. Por isso até hoje não se encontrou nada a esse respeito nos escritos da época e nas escavações arqueológicas na Palestina. Esse cristianismo da bíblia só existe na própria estória, pois na história nem sinal. Os nossos renomados historiadores confirmaram essa farsa por obrigação. A história do suposto cristianismo é parte da sua doutrina. No entanto, o cristianismo que história secular registrou só aparece depois dos meados do segundo século como uma resposta ao proselitismo judaico. Portanto, uma obra de gregos e uns poucos latinos, nunca foi judeu.

Ivani Medina disse...

O que se tem do Jesus histórico são apenas desculpas para a sua não confirmação como figura histórica. Quando não se tem um único motivo para justificar sua existência e diversos a contrariar, o que deve prevalecer?
A religião percebida como um instrumento político é bem diferente de quando é percebida como um instrumento de aperfeiçoamento moral. A tendência é que ela seja apreciada preferencialmente pela segunda possibilidade. No entanto, é sob o ponto de vista secular que faço essa reflexão a respeito da origem do cristianismo. Conheça um pouco mais a respeito da origem da nossa cultura ocidental. Visite a página do livro A Origem do Cristianismo em Reflexão, no Facebook:
https://www.facebook.com/aorigemdocristianismoemreflexao?ref_type=bookmark
E adquira o seu exemplar em:
http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=1702&idProduto=1734

Ivani Medina disse...

Quando iniciei minha pesquisa diletante acerca da origem do cristianismo, eu já tinha uma ideia formada que pode parecer esdrúxula: nada de Bíblia, teologia, mitologia e história das religiões. Todos os que haviam explorado esse caminho haviam chegado à conclusão alguma. Contidos num cercadinho intelectual, no máximo, sabiam que o que se pensava saber não era verdade. Dentro desses limites reina a teologia e não a história. É isso o que a nossa cultura espera de nós, pois não tolera indiscrições. Como o mundo não havia parado para que o Novo Testamento fosse escrito, o que esse mesmo mundo poderia me contar a respeito dessa curiosidade histórica? Afinal, o que acontecia nos quatro primeiros séculos no mundo greco-romano, entre gregos, romanos e judeus? Ao comentar o livro “Jesus existiu ou não?”, de Bart D. Ehrman, exponho algumas das conclusões as quais cheguei e as quais o meio acadêmico de forma protecionista insiste ignorar.

http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

Anônimo disse...

Tem um documentário, livros falando sobre o mito de Jesus Cristo, retratam deuses solar relacionado a Cristo e outros pontos tentando provar ser Cristo um mito apenas. Bom não estão errados nem certos, certos porque suas colocações são verdadeiras e errados porque apenas se esquecem de pontos não visto por vocês que provam que um Cristo é mito, mas Cristo não é mito este existiu sim. Na questão do Cristo ligado ao sol, sim no conceito esotérico Cristo é o Sol, não há nada de errado nisso nem isso quer dizer que Cisto não existiu, 25 de dezembro foi criado pela Igreja católica como nascimento de Jesus imitando mesmo deus Mitra e outros relacionado ao sol, sabe - se que Constantino era pagão e ligou muito bem os deuses pagãos com o sistema do Cristianismo, isso é catolicismo, a Igreja Católica inventou seu Cristo, pegou u personagem real e factual e criou em cima deste um outro conforme seus interesses para dominar, controlar o povo, o jesus católico é um mito, mas este existiu sim, não como conta a Igreja e a Bíblia de hoje, criticara apenas o jesus Cristão, mas estes é falso sim, mas Jesus existiu sim, era um ser iluminado do alto sim, apenas não é como conta a Igreja, este sim é um mito e invenção da Igreja para controlar o povo e atender seus interesses pessoais. Apenas corrigindo, pois o Jesus que há nesses livros e documentários sim é um mito, mas este existiu e foi apenas falseado pela Igreja para atender seus interesses políticos, pois Roma jamais acreditou em Jesus, usou a imagem deste para controlar, criou seu Jesus em cima do verdadeiro Jesus. tem até uma teoria de conspiração que diz que a terceira revelação dita a Lúcia e as três crianças é sobre a Igreja católica revelar a verdade pro povo, algo que mais uma vez o Papa camuflou e disse o que quis para o povo, controlando a verdade, falseando - a e usando isto para atrair mais fiéis conforme os interesses da Igreja e não da verdade. Olha Papa e presidente dos Estados Unidos a no mesmo, Igreja católica e Estados Unidos dá no mesmo, só muda o trabalho, mas a alma enganosa, mentirosa e que falseia a verdade é o mesmo. mas Jesus existiu sim.

Unknown disse...

Baruch hashem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...